quarta-feira, 12 de junho de 2013

CB 400 Blue Bat, da TVC Designs

Como havia prometido na semana passada, hoje apresento aqui na Garagem a Blue Bat, uma CB 400 completamente transformada por Thiago Vidal, responsável pela TVC Designs.  E puxe a cadeira, pois esse é um projeto de CB 400 que considero dos melhores, de nível internacional. E explico o porque em seguida.


Thiago, após morar 13 anos em Brigthon, na Inglaterra retornou ao Brasil e resolveu encarar o desafio de se tornar um customizador de motocicletas nas nossas terras  escolheu a CB 400 para ser o seu primeiro projeto. Segundo as palavras de Thiago:

"Bem essa moto foi um dos meus sonhos de infância  Depois de ter passado 13 anos morando na Inglaterra, resolvemos voltar para o Brasil. Eu sempre quis customizar uma CB400 pois meu pai tinha uma quando eu era criança. Já tinha colocado na cabeça que seria a primeira moto que faria aqui."

Depois de algum tempo de procura, a moto que seria o ponto de partida foi encontrada em Batatais, interior de São Paulo por módicos 3 mil reais, em dia. Uma pechincha. Mas apenas depois de uma certa correria para fazer a transferência da moto, é que a moto começou a ganhar as novas formas.
Partindo da base original ai de cima, a moto teve a balança alongada em 50 cm  foi modificado por Thiago, pois o criador trouxe um amortecedor direto da Inglaterra e segundo as palavras dele, ira "usar de qualquer maneira."
Vemos na imagens que parece uma modificação simples, porém o quadro foi completamente cortado na parte traseira, sendo que foi adotado um esquema de suspensão que lembra um pouco a falecida DT 180. Além de ter o quadro minimizado, foi necessário adicionar elementos na balança. Ainda falando na parte de baixo, a opção foi por ter escapes minimalistas, porém com abafadores, como se pode ver ai embaixo. 
Ainda falando na estrutura, foi necessário se criar um sub-chassi para sustentar a bela traseira de alumínio. Aliás, a carroceria da moto toda artesanal é constituída do leve material, no melhor estilo Cafe Racer e nas imagens abaixo podemos ver praticamente a construção toda passo a passo:
Nas palavras do artesão:

"Fabriquei também a lanterna dianteira em alumínio pois queria acoplar o velocímetro dentro da lanterna. O tanque foi fabricado em alumínio baseado nos tanques de café racers, a rabeta também fabriquei em alumínio estilo café racer, a lanterna traseira eu trouxe da Inglaterra pois aqui no Brasil e difícil achar lanterna pequena e quando acha não vale o preço que lhe pedem. Os preços de peças automobilísticas no Brasil são muito diferente dos do mercado lá de fora ."

Por opção, as rodas e a suspensão da CB na dianteira foram mantidas originais, apenas sendo reformadas. Já as pedaleiras e guidão também são made in TVC.
Após a fabricação da carroceria da moto, vieram as etapas de pintura. A CB era originalmente preta, e por escolha de Thiago, a cor foi mantida. Os detalhes em azul foram inspirados na Ford Rural que pertence a ele:

Após a construção, Thiago enfrentou alguma burocracia, mas legalizou a moto. Segundo ele, agora basta rodar tranquilo, frequentar shows e encontros com a galera. E que galera...
Ai embaixo está o Thiago, feliz com sua criação, mas ainda sem sossego: Ele está trabalhando numa XL 250, que virará uma bela Cafe Racer. Estamos ansiosos para ver o resultado. A Garagem está de portas abertas!

12 comentários:

  1. Maravilhosa, eu ando pensando em partir pra uma customização para dar umas voltas de Café Racer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, apesar do trabalho, é algo bem gratificante esse tipo de transformação.

      Excluir
  2. Bem.... Sou meio suspeito em falar do trabalho... Meu irmão simplesmente apavora nas motos que constrói.
    Desde a 1ª moto produzida ainda em solo Inglês, com sua 2ª obra (yamaha 600) canhadora do 1º premio em customização na Inglaterra..
    Não tive o privilegio de andar nas suas 2 primeiras criações. Quando estive visitando sua oficina na Inglaterra as motos não estavam prontas, mais a CB400 não deu... Fui até Ribeirão para ser o primeiro a andar nesta magnifica obra de arte.... Moto leve, firme e veloz....Simplesmente PERFEITA
    Tem muito mais por vir... aguardem...

    ResponderExcluir
  3. Quanto esmero, e as criações dele em solo europeu também rendem matérias aqui na Garagem... a XJ é maravilhosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Moreton, muito obrigado !!!A XJ600 foi meu primeiro projeto finalizado!!!Toda em aluminio tambem, sem pintura, e toda artesanal. valeu

      Excluir
  4. Recebi algumas mensagens de pessoas interessadas em como a moto foi fabricada e tambem mensagens de elogio , enfim comentarios de prestigio ao meu trabalho, e isso nao tem preco. Tenho que agradecer ao Douglas pela forca e confianca e tambem a todos que tem se interessado e apreciado o meu trabalho. E desde ja avisando que em breve tem outra moto saindo da minha garagem.

    ResponderExcluir
  5. Fico feliz que o Garagem está cumprindo com o papel de de divulgar o trabalho dos "artesões" locais e que estes estão recebendo o devido reconhecimento.

    Thiago, como já havia falado, a Garagem sempre estará de portas abertas. Já estou no aguardo das novidades.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Boa noite Douglas, estou querendo fazer um bobber da minha cb, me disseram que se eu colocar a roda traseira da xlx ou mesmo xl 250 dá, procede esta informação, tem ideia de como faço. grande abraço. Rico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei te dizer se serve, mas parece bem coerente.

      Excluir
  7. conta um pouco da burocracia pois estou fazendo uma também, valeu e ficou awesome!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.