quarta-feira, 7 de agosto de 2013

TZ(RX) 135 by Lucão Ferreira

Apesar de não serem legitimas inglesas Cafe Racer dos anos 60, as 2T combinam perfeitamente com a filosofia Cafe Racer: Potentes, leves e ágeis, uma pequena fumacenta é do tipo de máquina que está sempre pronta para o desafio, pouco se importando com consumo ou emissões de poluentes. Ok, vivemos "novos tempos", mas é inegável que as 2T combinam com a filosofia "foda-se"que as antigas Cafe Racer propunham. Por esse motivo, confesso que estava já a algum tempo atrás de um projeto que usasse uma pequena 2T como base. E fiquei muito feliz quando descobri essa pequena RX, que foi criada tendo como inspiração as lendária "TZ 350" e segundo o amigo Irineu do Overtaking is Fun, lembra demais as "TA 125". E o mais bacana de tudo é a história da moto, a qual eu começarei a contar a seguir.

Essa RX é uma criação do Lucão Ferreira, que segundo ele, "nasceu dentro da oficina de motos do pai". O bacana é que por influencia do pai, sempre curtiu motos clássicas e de corrida, sendo que ai surgiu a ideia de criar essa moto. Nas palavras do Lucão:

" é que eu comecei fazer ela ainda moleque, ali pelos 16... pois era só escola e tal (...) Demorei 2 anos e meio pra fazer ela era tanto detalhista que meu pai começou a brigar comigo direto"

De fato, o projeto é extremamente esmerado nos detalhes: A moto originalmente é uma RX 125 de leilão, mas que teve o motor substituído por o motor da RD 135, bem mais moderno e apto a receber preparação. na imagem podemos ver o carburador generoso, que é um Keihin 36mm, que veio de uma KDX 250.
O ponto alto dessa moto, é o conjunto banco/tanque/carenagens, que se assemelham muito as TZ, e não é por acaso: Por indicação do já conhecido aqui no blog,  Matheus Fellippe, eles conseguiram uma carenagem de TZ 250, que serviu de molde para a confecção dessa carenagem. 
O tanque é o original da moto, porém ele foi ganhou uma chapa que o alongou, para ficar de acordo com a estética das TZ. Perceba que mesmo "depenada", a moto é lindíssima, muito semelhante as Yamaha oficiais de competição. A carenagem é linda, mas com esse acabamento, é quase dispensável. 

Ainda nessa imagem ai de baixo, você pode reparar no "tamborzão": Ele é originário de uma Yamaha R5  de 350cc. Qualquer semelhança com a "viúva negra" não é mera coincidência. As rodas são de alumínio. Repare também nas pedaleiras e no varão de freio traseiro, que passa por cima. É uma solução muito semelhante a uma certa CG que em breve vai passar aqui pela garagem...
Segundo o Lucão, apesar de linda, o projeto receberá importantes mudanças: Ele conseguiu um chassi de RX "quente", sendo que a moto ganhará luzes e condições de poder rodar na rua, sendo que lembrará uma Endurance Bike . Falta ainda a construção da bolha, que é realmente é uma tarefa um pouco trabalhosa: Será necessário criar um molde e depois mandá-lo para alguma empresa que trabalhe com acrílico. 
E o bacana disso tudo é que esse bom gosto vem de berço. Nas palavras do Lucão:

"Meu pai sempre me ensinou a gostar das antigas e ele me falava do quão bom era a época das RX.
Eu quis fazer uma RX como as de corrida da época (...)
sempre fui apaixonado por Yamaha e eu queria ter uma motinha de competição (...) e eu me sentia competente para isso, por que eu aprendi na oficina desde meus  5 anos de idade."

De certa forma, essa moto E história é uma bela lição de vida, especialmente pelo dias dos País, que será no próximo fim de semana. Parabéns Lucão!

14 comentários:

  1. Respostas
    1. Isso vai dar briga. Também quero. He he he...

      Excluir
    2. hehehehehe, essa CG vai dar o que falar.

      Excluir
  2. E ele acertou na mosca, ficou com cara de época. Dá até pena de colocar luzes, lanterna, etc.

    ResponderExcluir
  3. Que coisa linda. Por favor, coloca um videozinho pra gente ouvir esse barulho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O barulho é o normal de um Prandini Peloso, Rocket ou Sarachu: estridente e ardido. Como deve ser um 2T, aliás.

      Excluir
    2. É lógico que tem barulho de 2T, e com cheiro de M-50 .

      Excluir
    3. na verdade ela estava com um escape capeta, com o caninho direto, aí coloquei um gemoto fórmula, isso tudo no motor de rx mesmo, depois foi a vez do motor 135, mas tenho vídeos da época do motor original,
      http://www.youtube.com/watch?v=gamCiCr9c6Y

      Excluir
    4. olha as palhaçada ahuahuhauhuahuhaah
      http://www.youtube.com/watch?v=mK-N6CPo2tg

      Excluir
  4. Muito linda...........Lembrou das corridas de interlagos. A TZ 350 do GRECO LAGARTIXA era a 111. Sem contar o óleo M50 corria solto..................bons tempos.......................

    ResponderExcluir
  5. Prezados!!!

    Linda moto!! Estou a bastante tempo garimpando sobre como fazer ou onde comprar as pedaleiras recuadas, tanto para freio como para o câmbio, poderia me ajudar?

    opcampina@gmail.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.