sexta-feira, 16 de maio de 2014

Sexta Insana: Ducati 750 Sport by JvB Moto

O conceito desse projeto feita pelos criadores, da oficina alemã JvB é bem interessante: Ela é um trabalho em progresso. Rodar, modificar e repetir o processo. De longe se vê que para o padrão europeu, esse é um projeto bem simples, mas nem por isso deixa de agradar visualmente. É do tipo de moto sem frescura, com um estilo semelhante a CB 750 by Sampo que a duas semanas estrelou o Sexta Insana: flerta com o desleixo e ignora "frescuras". Alguns torcem o nariz, mas esse proposito de ser uma moto com mais vocação para ser usada agressivamente do que para enfeitar alguma garagem ou sala de estar, me agrada muito.

A moto usada para esse projeto foi uma Ducati 750 ano 88. A escolha por esse modelo se deu por causa do motor à prova de bomba, as linhas limpas do tanque de combustível e, especialmente, as rodas de 16 polegadas, que ficaram com um visual "quase balão" 
Na parte dianteira do chassi, o tanque foi levemente deslocado à frente, porém o chassi foi bastante modificado. O amortecedor traseiro Showa atrás, da série 750SS e na frente um garfo Marzochi. Todos eles foram preparados para trabalhar com os parcos 155 kg que essa moto pesa atualmente. Em comparação, pesa menos que uma Ninja 250.
No motor, a clássica receita que é feita para uma moto dessas andar melhor: Carburação retrabalhada, filtros de ar da "grife K & N e um escape mais livre, no caso de inox com uma ponteira de Ducati 1100. O resultado foi uma cavalaria em torno dos 80 cv.
O farol e a bela rabeta são peças feitas pelo pessoal da JvB, que além de belos, buscam contribuir com a proposta de essa Ducati ser uma maquina leve e ágil.
Obviamente não dá para comparar uma moto dessas com as suas pares de 750 cilindradas atuais, mas fica claro que essa moto deve proporcionar diversão na medida certa. Eu gostei muito. E você, gostou? 

Fotos e dados retirados no site da JvB.  Via Rocket Garage.

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.