terça-feira, 1 de julho de 2014

CB 550 Café com Pimenta by Jairo Portilho

Recentemente essa CB "550" Four deu o que falar na mídias sociais, pelo extremo bom gosto e pela pitada racing que essa moto, criação do amigo Jairo Portilho. E o apelido "Café com Pimenta" é justificado pela extensa lista de customização que essa CB sofreu e que vamos descobrir nessa matéria.

O Jairo e sua criação
O bacana dessa moto é que ela realmente parece uma  Cafe Racer que foi feita nos anos 70, com peças da época, inclusive com preparação. O Jairo vai nos contar um pouco da história da moto:

"Demorei cerca de 6 anos para juntar as peças, executar e finalizar este projeto. Não fiz um desenho ou uma lista de peças, mas fui fabricando e comprando as peças ao meu gosto, e a única regra que segui foi que procurei utilizar peças e acessórios racing de época, sendo que em especial, as peças usadas de época carregam uma certa história,e cada uma compõe uma parte, e olhando pra moto hoje, ela parece até ter uma "alma" dos anos 70 com muitos quilômetros de historia no passado..."
De fato, a moto exala a aura de briga da época, inclusive na preparação: Se a maioria das motos dessa época hoje são apenas customizadas no visual, ou então ganham o tradicional acerto de filtros+carburadores+escape livre, essa aqui ganhou veneno pesado e de 550 cc virou quase uma "7 galo". O dono da moto explica o processo:

"Mantive o bloco e cambio original, e instalei um virabrequim cursado, cilindro com pistões Wiseco
e cabeçote/comando/válvulas especiais; Deu um certo trabalho fazer as modificações, tais como usinar o bloco para caber o cilindro maior, e modificar esticador e corrente de comando, pois o cilindro é mais alto do que o original; Acredito que o motor chegue perto das 750cc e cerca de 80hps..."

Além do processo do aumento de cilindrada, a lista de modificações é extensa: Para suportar a preparação a moto tem um radiador de óleo da marca Hayden, que era produzido para as CB 750 de corrida, na época. E as laterais do motor são aletadas, para ajudar a refrescar as coisas. 
A moto tem carburadores da nossa CBX 750, com cornetinhas e kit da grife Dynajet. As bobinas são da marca dyna e os discos de embreagem mais largos, pois os originais patinavam direto. E a cerejinha do bolo, na parte do motor é esse escape cruzado da marca "Marshall", que é uma peça de época rara, mas o "rabudo" do Jairo conseguiu nova na caixa... abaixo o vídeo feito pelo meu brother Márcio Maidame mostra o ronco apimentado dessa moto:
Se em termos de pimenta no motor, essa moto não decepciona, na ciclística o trabalho é  de alto nível. Por exemplo, para segurar o bicho, uma receita "época", mas muito eficiente: O freio dianteiro é o famoso "duplex" que na verdade é um freio a tambor, com 4 lonas, (duas de cada lado) em um cubo com o diâmetro de 310mm. Era um freio muito usado em motos de corrida dos anos 60. Este cubo é acionado por dois cabos, então  segundo o Jairo, é necessário um pouco de força para apertar o manete. Mas ele garante que se "precisar do freio", vai ter com certeza... Repare também nos “scoops” para refrigeração do freio, com devidas tampas para casos de uso na chuva.
Outro acessório de época que impressiona são os amortecedores traseiros a gás Marzzochi que apesar de possuírem 40 anos de uso, a fabrica ainda dispõe de peças de reposição como retentores, eixos, válvulas, sendo que o mesmo é totalmente rosqueado e desmontável. Na frente, a moto ainda conta com um amortecedor de direção vintage vindo do Japão.
Mas a moto conta com algumas peças feitas nos "nossos dias": Os aros viper são 17" com tala 3.0 na frente e 4.25 na traseira (o traseiro foi modificado com uma abinha instalada) e as pedaleiras são recuadas e tem várias opções de regulagem e como os aros, são feitas de alumínio.
Aliás, como falamos em alumínio, não podemos deixar de falar da carroceria da moto, que é toda feita desse leve material e que tem uma história bem bacana, sendo que o dono vai nos contar:
"O kit de tanque e rabeta em alumínio comprei usado e muito surrado na Inglaterra, e a pessoa que me vendeu me disse que seu pai a usava em uma Norton, e o tanque me veio todo amassado e até terra e grama tinha grudado nele... possuía ainda os adesivos Norton colados... tive que abrir a parte de baixo inteira e ainda fazer outro fundo para encaixar no quadro da CB550;
Este kit em especial por ser em alumínio crú (sem verniz ou proteção) oxida muito fácil, então pelo menos uma vez por mês haja braço! "

E como toda Cafe Racer clássica, não posso deixar de mostrar o "cockpit": Os guidões e suporte de faróis são Tomazzeli e com os belos relógios da CB four que ganharam a companhia de um manômetro de óleo. 
O Jairo no geral ficou satisfeito com o projeto, e nas palavras dele:

"No final, ficou ao meu ver uma café agradável..."

Agradável? É o CARALHO... A moto ficou FODA, A CAFE "DE ÉPOCA" MAIS FODA DOS ÚLTIMOS TEMPOS SEU... bem, continuando nas palavras do Jairo:

"... muito boa de pilotar, e por ter o motor preparado e muito alivio de peso por usar alumínio no kit, anda e acelera demais, as vezes dá medo..."

Falando sério agora: esse projeto é muito bacana e com um grau de acabamento e detalhes que não cabe em uma matéria aqui. Moto digna de figurar lá fora e fazer gringo chorar. Parabéns Jairo pela customização. E aqui também vai o agradecimento ao meu brother Márcio Maidame, "que fez o meio de campo" para que essa matéria viesse ao blog. Valeu mesmo!

7 comentários:

  1. Show essa CB. Tá no Hall das grandes aqui do Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Caracas, que motoca foda!!! Uma Café RACER de fato!!!
    Muito legal!
    Parabéns ao Sr. Jairo, pelo empenho e trabalho que deve ter dado pra fazer a moto!!!
    E obrigado por nos brindar com essa belezura!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Douglas, obrigado pela materia! Show demais! Nada como ver um servico bem feito sendo explicado por quem entende mais ainda! Valeu mesmo adorei!

    ResponderExcluir
  4. Essa moto é a mais top do Brasil!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Essa é pra chorar de tão linda e bem montada! Ótima pra devorar asfalto e perfeita também pra estacionar no meio da sala e ficar só contemplando.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.