quinta-feira, 18 de junho de 2015

CB 400 Shine

Essa moto é uma máquina muito especial, criação do meu brother Marcio Maidame, um dos grandes amigos que fiz graças ao Garagem. Acompanhei desde quando essa moto se resumia a alguns pedaços de chapa e pude ver pessoalmente esse incrível projeto.
O projeto “Shine” começou quando Márcio assistiu o filme Femme Fatale, no qual Antonio Banderas pilota uma Triumph Bonevile. Depois do filme, algumas pesquisas na internet, e todo mundo ‘cafe-racer’ o deixou maravilhado com as possibilidades estéticas. Por coincidência, há muitos anos já estava na família uma CB 400 1980 e os planos de transformá-la em uma autêntica “cafe-racer” começou a tomar corpo quando conheceu, por meio de um amigo em comum, o arquiteto Stefano Pietropoli, que por sua vez apresentou-lhe José Zucconi (Zé das Harley) e seu filho Thiago, os ‘magos’ por trás da transformação da moto. Depois de um longo período de negociação, acerto dos detalhes, em meados de 2014 a moto foi levada à oficina, com o propósito de iniciar a customização, sem nenhum tipo de concessão de conforto.
Perceba como a Shine ficou mais esguia e agressiva quea CB original: Verdadeira Cafe Racer dos nossos dias.
As concessões feitas dizem respeito ao atendimento da legislação de regência. José Zucconi foi preparador de motos de velocidade nos anos 70, e na “Shine” a proposta foi realmente trazer a linguagem das pistas daquela época para o projeto.  Assim, as suspensão dianteira veio de uma Kasinski Comet , porém esta recebeu todo um trabalho de redimensionamento e preparo. A suspensão traseira é composta com um sistema bichoque com amortecedores a gás.  Para garantir a frenagem, foi adaptado o sistema de freios dianteiro da Hornet e traseiro da CB 500 – ambos usando aeroquip. Toda a modernidade da suspensão convive com as lendárias rodas “Comstar’, fabricadas no Japão e originais da CB 400. Pouco tempo depois, o trabalho de adaptação de suspensão e freios foi complementado por um acerto fino na “Edgard Soares Motocicletas”, oficina comandada pelo experiente piloto que lhe empresta o nome.
Semiguidões, tanque mais estreito e mais longo, rabeta curta e traseira diminuída, tudo para dar o visual “70’s” no chassi e, ainda, o banco monoposto. Tudo feito à mão, sobre a chapa de aço.
A pintura também é uma novidade nestas paradas. A pedido de Márcio, a Liqueri Pinturas Especiais acabou desenvolvendo a pintura em “Chrome-nox”, que deu o visual em aço inox para o tanque e rabeta. Ficou muito bacana e combinou com o par de faróis amarelos.
Rodando com a Shine:
Tive a oportunidade de rodar com a Shine na minha ultima visita a São Paulo. Como uma boa moto personalizada, essa foi pensada para ser divertida para ser guiada pelo seu dono. No caso do Márcio, ele é leve e de baixa estatura, o que facilita as coisas em comparação a mim, que sou mais alto e bem mais pesado. Ou seja, estranhei um pouco no início, mas a voltinha comprovou um grande projeto com pegada racing.
O Márcio nesse caso experimentou a moto do Jorge Khouri, enquanto me deliciei com a agressividade da Shine. Na oportunidade não a exigi ao máximo, pois ainda faltava afinar suspensões e freios, mas deu para sentir que o proposito de montar uma legitima esportiva dos anos 70 foi atingido com louvor.
Zucconi filho, Márcio e Zucconi pai: Equipe de sucesso nesse projeto!
Para encerrar, vou transcrever uma postagem do face do Márcio feita hoje mesmo, quando ele agradecia o fato de ter rodado no carro de um amigo, mas no caso, faço as minhas palavras:

"Sabe quando vc tem algo, e gostaria que as pessoas queridas também partilhasse dos prazeres que isto proporciona? Eu sempre gostei de compartilhar... Pela eterna lei do retorno, hoje um amigo fez o mesmo comigo... As pernas ainda tremem... "
É bem assim mesmo amigo...

9 comentários:

  1. Uauuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Minha motoca no "garagem"... DEMAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! obrigado.... novamente, a lei do retorno!!!! FRATERNOS ABRAÇOS AMIGO DOUGLAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa tarde Marcio, essa suspensão dianteira é da 250 ou da 650?

      Excluir
  2. realmente parabens marcio !! pelo projeto e por esta aqui!!!

    merece.

    kalon.

    ResponderExcluir
  3. Muito agradável ao olhar e com bastante personalidade.
    Parabéns.

    Gustavo S.

    ResponderExcluir
  4. Moto do Marcião é Pica demais!

    Falta adjetivo pra atribuir a essa moto.

    Reginaldo Tenório (o belo)

    ResponderExcluir
  5. Moto do Marcião é Pica demais!

    Falta adjetivo pra atribuir a essa moto.

    Reginaldo Tenório (o belo)

    ResponderExcluir
  6. Show, projeto rico em detalhes embora olhando assim pareça uma moto depenada, só tiraria um dos farois de resto ao meu gosto esta perfeita, o chassi ficou show a pintura é um detalhe a parte, o tanque ficou lindo. Parabéns a todos profissionais que trabalharam nesse projeto, e felicidades ao proprietário dessa linda CR.

    ResponderExcluir
  7. Que amortecedor a gas usaram? Teve que adaptar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é amortecedor a gás indicado para titan. tem que adaptar sim. talvez o da suzuki gsr 125 seja mehor

      Excluir

Tecnologia do Blogger.