quarta-feira, 30 de março de 2016

Ton Up: XL 250 Scrambler

Geralmente no Brasil quando o assunto é Cafe Racer, realizar modificações mais drásticas já é algo comum. Mas quando falamos em Scrambler, no geral é difícil ver um projeto do nível dessa XL 250, tanto que esta foi um dos destaques do último Salão das Duas Rodas. 

Modificações inteligentes: Chassi retrabalhado, banco de couro, escapes artesanais e aros 18" com pegada bem off road
Essa scrambler fodástica idealizada pelo Carlos, da CR2 Custom e executa pela oficina CTM, que ignoraram o fato de ela ser a primeira moto mono amortecida do nosso mercado e meteram um sistema bichoque, bem mais old school.
Sistema bichoque que usa a balança de CB 400. Repare no acabamento do banco rustico... FODA!
Tanque de XL 250 Supersport ano1974, um dos pontos altos do projeto. Na foto abaixo, perceba que a silhueta é esguia e que a moto é recheada de peças importadas, que dão um ótimo acabamento ao projeto.
Essa é uma daquelas motos que dá vontade de rodar a todo momento: Pequena, ágil, estilosa e adequada ao dia a dia.  Com uma moto dessas você pode ir a uma trip no interior, no mercadinho da esquina ou numa reunião de negócios. não importa onde chegar, ela vai arrancar elogios.
Idealizador e criatura.
Esse é um dos melhores projetos nacionais que vi, tanto que essa moto saiu inclusive na Revista Cycle World . Então, para saber mais e ver outras fotos, clique aqui e veja a matéria que eles fizeram.

4 comentários:

  1. A moto ficou muito foda. O bishock fez toda diferença.
    .
    Mas pelo que sei (posso estar errado) a primeira nacional mono-amortecida foi a DT 180, que aliás foi também a primeira on-off road nacional.
    .

    ResponderExcluir
  2. Esses pneus são Pirelli? Nacionais? Alguém tem essa informação?

    ResponderExcluir
  3. Essa moto é customizada sobre a estrutura da Twister?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.