terça-feira, 25 de outubro de 2016

Yamaha XS750 - Ugly Motorbikes

A moto desta matéria não é novidade, ela surgiu no ano de 2012 um pouco antes da febre das Cafe Racers ter estourado (pelo menos aqui no Brasil).
Mas como tudo o que é bonito nunca deve deixar de ser apreciado, reapresento para quem já conhece e para quem nunca viu, que conheça essa belíssima criação da Ugly Motorbikes (nome irônico, não?!).
O belo azul fosco do tanque, o motorzão pintado de preto e as manoplas em couro
A moto da foto é uma Yamaha XS750 1977, 747 cilindradas, 3 cilindros, 4 tempos com transmissão por eixo cardã. Raríssima no Brasil, mas não impossível de se esbarrar em uma já que encontrei anúncio de uma aqui em São Paulo anos atrás.
As rodas que lembram as Scorros das CB's 750, o farol com o clássico "X" 
A XS750 em essência é muito parecida com a conhecida 7 galo. "Tá doido? Uma moto nada tem a ver com a outra!" - dizem os mais enfurecidos. Calma, eu explico.
Tanto a XS quanto a CB são motos incríveis, donas de desenhos e estruturas excelentes que não precisam de intervenções monstruosas para se transformarem em grandes projetos.
A rabeta com a lanterna deslocada mais à esquerda, no centro as três cornetas do carburador
E o trabalho da Ugly Motorbikes foi justamente esse, deixar o que funciona e modificar o que fosse necessário para melhorar ainda mais esse projeto.
Tanque, rodas, suspensões dianteira e traseira e praticamente o quadro todo não foram alterados, ou quase, além da pintura, o finalzinho do quadro teve uma leve alteração, um corte logo após a suspensão traseira já que o projeto é uma Cafe Racer e garupa não é uma opção, logo, deixar a moto mais curta é uma sábia decisão.
Alia-se a isso uma rabetinha minimalista, menos arredondada e está tudo lindo.
Frente rebaixada sem instrumentos, paralama curto / traseira minimalista
O garfo teve a parte interna reduzida e se beneficiou da mesa levemente rebaixada ganhando um visual mais racing. O paralama dianteiro foi reduzido ao mínimo (Santa lama na cara Batman!). Eu particularmente amo esse visual curtinho.
As três saídas dos cilindros, e o banco alaranjado 
Os escapamentos foram cortados e ganharam uma thermo tape que deixou o visual bem mais interessante.
Esta moto em particular foi adquirida de um proprietário que queria transforma-la em uma Bobber e desistiu no meio do projeto, deixando-a cheia de soldas terríveis, mas os caras da Ugly ressuscitaram essa beleza de forma exemplar, transformando-a em uma das minhas Cafe Racers preferidas.
Detalhe das belas cornetas "Ugly" (peraí, fiquei confuso agora...)
O carburador também recebeu atenção, inclusive com cornetas bem estilosas com o nome Ugly gravado. Além disso, um couro alaranjado se faz presente nas pedaleiras, no pedal de partida, no banco e nas manoplas.
Proporções perfeitas, tudo bem alinhado e bem acabado. Que belezura!
Nas cores, um azul fosco combinado com o branco e o quadro, rodas e motor pretos que deixou a moto diferente da maioria do esquema de cores usados nas customizações que vemos por aí.

Para finalizar uma declaração de Brandy Young da Ugly Motorbikes:
"Queríamos construir uma moto que chamasse a sua atenção em um primeiro olhar, mas que realmente chamasse sua atenção completamente quando você virasse a cabeça. Nós tivemos pessoas que visitavam a loja e não notaram a moto até uma hora depois, com a resposta comum sendo; "Espere, o que é isto?" Ganhando assim o apelido não oficial de "The Girl Next Door".

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.